O último dos cigano-moicanos…

“Eu fiquei um pouco jogado fora, de lado, mas amado por todos vocês”

Dizem que para presentear uma pessoa devemos comprar algo que nos agradaria ganhar. Foi isso que fiz com meu pai estes dias, fui às prateleiras das Lojas Americanas e por apenas 30 mangos comprei o, recém lançado, DVD Benito di Paula – Ao vivo. O véio ficou todo bobo com a lembrança e pudemos curtir juntos o som do mestre do samba.

O cigano, carioca de Nova Friburgo, não decepcionou e esbanjou simpatia. Em seu show, gravado no Vivo Rio, uma multidão compareceu na certeza de conferir mais uma performance arrebatadora do compositor. Benito deu um banho de emoção com sua voz marcante e no seu piano eternizou, desta vez em áudio e vídeo, canções como: Assobiar e chupar cana, Retalhos de Cetim e Charlie Brown.

Durante a apresentação o músico ainda protestou contra os que insistem em tirar seu nome do samba, inclusive mandando a canção “Osso duro de roer” , que diz:

Estão querendo tirar meu nome do samba

Tirar meu tempo de bamba

Dizendo até que eu já me despedi

Mas ainda não chegou minha vez de ir embora

Deixa essa gente falar

É inveja que eles sentem

Quando terminei de assistir ao DVD pensei: “tanta gente ruim gravando milhares de DVD’s, e um gênio como Benito di Paula, com 41 anos de carreira, só agora grava seu primeiro”. É Benito, continue osso duro de roer, pelo bem da música brasileira.     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: